BrasilJustiçaSaúde e MedicinaTodos

TRT gaúcho decide sobre afastamento de médicos de grupo de risco do GHC em Porto Alegre

Um audiência de mediação por videoconferência, realizada na quarta-feira (15/4), encaminhou acordo sobre afastamento dos médicos do Grupo Hospitalar Conceição (GHC) integrantes dos grupos de risco da Covid-19. A negociação entre os representantes do Simers (Sindicato Médico do Rio Grande do Sul) e do GHC foi conduzida pelo vice-presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT-RS), desembargador Francisco Rossal de Araújo, com a participação dos procuradores Eduardo Pinto de Queiroz e Noedi Rodrigues da Silva, do Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Sul.

Pelos termos do acordo, os médicos pertencentes aos grupos de risco definidos pelo Ministério da Saúde (profissionais com mais de 60 anos e com comorbidades) serão afastados dos seguintes setores:
I – Área da Emergência do Hospital Nossa Senhora da Conceição para atendimento Covid-19;
II – Emergência do Hospital Criança Conceição;
III – Emergência do Hospital Cristo Redentor;
IV – Emergência do Hospital Fêmina;
V – Unidade de Pronto Atendimento Moacyr Scliar;
VI – Centro de Triagem Covid-19 do GHC;
VII – Unidades ou setores destinados à internação de pacientes suspeitos ou confirmados de Covid-19;
VIII – Unidades Básicas de Saúde da Gerência de Saúde Comunitária.
Também foi ajustado que os médicos integrantes dos grupos de risco serão consultados se desejam permanecer trabalhando por decisão particular. Uma reunião de mediação para reavaliação desta solução está agendada para as 14 horas do dia 24 de abril.

Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário