Todos

Tribunal de Justiça gaúcho nega liberdade para o vereador André Carus, presidente do MDB

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul negou nesta sexta-feira o habeas corpus impetrado pelo advogado Jader Marques para tentar livrar o vereador André Carus, presidente do MDB de Porto Alegre, preso sob acusação de extorsão de funcionários da Câmara Municipal da capital gaúcha. A acusação é de que o vereador obrigava funcionários do seu gabinete e da própria Câmara a tomarem empréstimos consignados além do teto, com a apresentação de atestados médicos, dos quais ele se apropriava, deixando as dívidas para os servidores. André Carus é da corrente partidária que segue ordens de Pedro Simon. Além disso, o juiz responsável por sua prisão temporária também agravou o caso, decretando a prisão preventiva de André Carus. Assim, ele foi recolhido do Presídio Central de Porto Alegre.

Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário