Todos

TRF-4 absolve Eliseu Padilha em ação de improbidade envolvendo a Ulbra

Eliseu Padilha, chefe da Casa Civil no governo de Michel Temer, foi absolvido por unanimidade pelo TRF-4 em uma ação de improbidade. Padilha havia sido acusado pelo Ministério Público Federal de atuar, por meio de suas empresas, para obter e manter um certificado de entidade assistencial que garantia imunidade tributária à universidade gaúcha Ulbra. O ex-ministro já havia sido absolvido pela 2ª Vara Federal de Canoas em 2017, por insuficiência de provas. O Ministério Público Federal, então, recorreu ao TRF-4. É claro, só poderia ter sido absolvido, afinal de contas, todo mundo sabia que Padilha não tinha nenhuma vinculação com a Ulbra, não é verdade? Além disso, esse julgamento ajuda a consolidar a desnecessidade da Procuradoria Geral da República e da Polícia Federal no Rio Grande do Sul. Essas suas instituições deveriam desativar suas superintendências no Rio Grande do Sul e transferir todo o pessoal e equipamentos para outros Estados mais necessitados, que são assolados pela corrupção, já que a sociedade gaúcha está completamente livre da corrupção, não é mesmo? 
Compartilhe nas redes sociais: