BrasilJustiçaPolíticaTodos

TRE RS adia julgamento do processo do deputado federal Nereu Crispim, presidente do PSL gaúcho

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul suspendeu o julgamento do processo do deputado federal Nereu Crispim, que estava marcado para a próxima segunda-feira (7), com vistas à cassação de seu mandato. Agora o julgamento do processo está marcado para o dia 21. Nereu Crispim é processado por abuso de poder econômico na campanha eleitoral do ano passado, entre outros crimes.

A transferência de data de julgamento do processo ocorreu devido ao surgimento de novas provas que foram entregues à Polícia Federal por um ex-funcionário de Nereu Crispim. Essas provas comprovariam as ameaças que o presidente do PSL no Rio Grande do Sul, Nereu Crispim, teria exercido sobre testemunhas do processo, inclusive com caso de agressão física, ocorrido no Interior do Estado. As provas seriam contundentes, contendo gravações realizadas por ex-assessor do deputado federal.

Nereu Crispim já teve pedido seu afastamento da presidência interina do PSL no Rio Grande do Sul ao presidente nacional do partido, o deputado federal Luciano Bivar. O pedido foi formalmente protocolado na semana passada, em Brasília, pela advogada gaúcha Simone Sabin. Esta solução parece ser difícil de ser alcançada porque a relação entre Bivar e Nereu Crispim estaria baseada em sólido interesse comum dos dois. Nereu Crispim tem sua direção partidária no Rio Grande do Sul sendo fortemente contestada. Entre outras coisas, ele promove ações judiciais contra 54 filiados ao partido que ousaram fazer críticas à sua atuação pública.

Clique no link a seguir para conhecer a íntegra do documento protocolado em Brasília pedindo o afastamento de Nereu Crispim da direção do PSL no Rio Grande do Sul: https://drive.google.com/file/d/17KDHVscHPYJjGi5lBjUoz8tNV5d3s_4f/view?usp=sharing

Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário