Negócios

TIM apresenta lucro líquido normalizado de R$ 423 milhões no segundo trimestre

A TIM apresentou lucro líquido normalizado de R$ 423 milhões no segundo trimestre de 2019, um crescimento de 26% em relação ao mesmo período de 2018, conforme balanço publicado nesta terça-feira, 30. O resultado normalizado exclui efeitos de créditos fiscais e contingências, entre outros itens considerados não recorrentes. Sem esse ajuste, o lucro líquido foi de R$ 2,103 bilhão, o que representa uma alta de 528,5% na mesma base de comparação.

O Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) normalizado somou R$ 1,616 bilhão, avanço de 6,2%. A margem Ebitda aumentou 1,4 ponto porcentual, para 37,9%. Já a receita líquida cresceu 2,4%, para R$ 4,263 bilhões. O crescimento do lucro da TIM no segundo trimestre foi beneficiado pelo avanço do faturamento em todas as suas linhas de atuação (serviços móveis, fixos e venda de produtos), e pelo controle de despesas operacionais e financeiras.

Os custos da operação tiveram uma alta leve, de 0,2%, e alcançaram R$ 2,646 bilhões. A TIM registrou ainda um resultado financeiro líquido positivo em R$ 931 milhões, impactado, principalmente, por efeitos não recorrentes no valor total de R$ 1,051 bilhão. Boa parte disso veio do pagamento de PIS/COFINS sobre o recebimento de juros sobre capital próprio. Excluindo estes efeitos, o resultado financeiro líquido normalizado foi negativo em R$ 120 milhões, montante 33,7% menor do que um ano antes.

Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário