BrasilJustiçaTodos

Supremo condena deputado federal Anibal Gomes a 13 anos de cadeia

A Segunda Turma do STF fixou em 13 anos e 1 mês de prisão a pena do deputado licenciado Aníbal Gomes (DEM-CE), condenado hoje por corrupção passiva e lavagem de dinheiro na Lava Jato. Os ministros determinaram o início do cumprimento da pena em regime fechado. O político corrupto ainda poderá recorrer em liberdade ao próprio Supremo Tribunal Federal, por meio de embargos de declaração. Esses embargos, no entanto, não alcançam o mérito da decisão judicial, buscam apenas esclarecimentos partes da mesma. Na verdade, são meros meios procrastinatórios. Aníbal Gomes foi acusado de receber propina de R$ 3 milhões de Paulo Roberto Costa ao negociar acordo de profissionais de praticagem que receberam R$ 69 milhões da Petrobras. O deputado no entanto já consta desde agora como ficha suja e está impedido de concorrer em eleições pelos próximos nove anos, porque foi condenado em última instância judicial e por turma reunida.

Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário