EconomiaMundoTodos

Recessão argentina mostrará queda de pelo menos 2% no PIB deste ano

A leitura preliminar do PIB da Argentina, divulgada ontem, apontou para uma queda de 1,7% no terceiro trimestre em relação ao mesmo período do ano passado. O investimento segue muito fraco, caindo 10,2%, assim como o consumo privado, que recuou 4,4% na mesma base de comparação. A economia argentina encerrará este ano com uma retração em torno de 2%, segundo as estimativas. Para 2020, o cenário seguirá desafiador e determinado, em grande medida, pelas medidas econômicas que têm sido anunciadas pelo governo recém empossado, e que prenunciam a continuidade do desastre pelo que contêm do velho populismo econômico do peronismo, que tem sido destruidor para a Argentina nos últimos 60 anos.

Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário