BrasilPolíticaTodos

Presidente Jair Bolsonaro diz que pegou áudios de condomínio para evitar que fossem adulterados

O presidente Jair Bolsonaro afirmou neste sábado, 2, ter obtido os áudios de ligações feitas entre a portaria e as casas do condomínio Vivendas da Barra, no Rio de Janeiro, onde ele mora, antes que elas tivessem sido “adulteradas”. “Nós pegamos antes que fosse adulterado, pegamos lá toda a memória da secretária eletrônica, que é guardada há mais de ano. A voz não é minha”, disse.

Após a declaração, os líderes da Oposição na Câmara, os esquerdopatas Alessandro Molon (PSB-RJ), e no Senado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), informaram que iriam acionar a Procuradoria-Geral da República contra Bolsonaro, sob a alegação de que o presidente cometeu “obstrução de Justiça”, ao “ter se apropriado de provas relacionadas às investigações do assassinato da vereadora Marielle Franco e Anderson Gomes”.

Os líderes informaram em nota que “também pedirão que seja determinada a devolução do material que Bolsonaro se apropriou ilegalmente e que todo o conteúdo seja periciado”. São uns boçais, porque Bolsonaro não extraiu o arquivo do sistema de registro da portaria de seu condomínio, apenas o copiou como garantia contra tentativa de fraude. (EOSP)

Compartilhe nas redes sociais:

Comments (1)

  1. E está certíssimo. A justiçã brasileira não merece um pingo de confiança.

Faça seu comentário