Todos

Polícia Federal quer impedir casal de hackers preso de operar bitcoins

A Polícia Federal ainda não conseguiu acessar os smartphones do casal de hackers preso na Operação Spoofing e defendeu que eles continuem presos para evitar que voltem a operar bitcoins pelos aparelhos. Ao prorrogar, por mais cinco dias, a prisão temporária de Gustavo Henrique Elias Santos e sua mulher, Suelen Priscila de Oliveira, o juiz Vallisney de Souza Oliveira disse que, “em liberdade, eles poderão acessar e movimentar tais contas de forma a eliminar provas de eventual produto do crime, obstruindo a investigação criminal”.

Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário