Todos

Polícia Federal passa a investigar se o comunista ativista homossexual Jean Willys vendeu mandato para marido do americano Glenn Greenwald, todo mundo do PSOL

Atendendo pedido do deputado federal José Medeiros, a Polícia Federal investigará as suspeitas de que o ex-deputado federal Jean Willys, comunista ativista homossexual, vendeu sem mandato para que o marido do americano conspirador Glenn Greenwald, David Miranda, ambos do PSOL, assumisse sua vaga. O deputado José Medeiros também pediu investigação do Coaf sobre possíveis transferências de dinheiro de Glenn Greenwald para Jean Willys, que cumpre périplos pela Europa e Estados Unidos sem renda conhecida para sustentar tal turismo permanente.
Compartilhe nas redes sociais: