NegóciosTodos

Petrobrás quer Musa fora da presidência da Braskem

A Petrobrás, segundo maior acionista da Braskem, quer que o grupo baiano propineiro Odebrecht, o maior corruptor do mundo, troque o executivo Fernando Musa, anunciado presidente da petroquímica há duas semanas. A Braskem controla várias empresas petroquímicas e também os pólos petroquímicos de Triunfo, no Rio Grande do Sul, e Camaçari, na Bahia. A Odebrecht, que está em regime de recuperação judicial, deveria ter sua falência decretada. E esta muito corrupta Braskem, que já foi chefiada pelo muito corrupto e propineiro Alexandrino Alencar, deveria trocar de comando e ter seu patrimônio transferido para outro grupo empresarial.

Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário