JustiçaTodos

Petista gaúcho Marco Maia passa a ser réu por corrupção na Lava Jato

O ex-deputado federal petista gaúcho Marco Maia finalmente virou réu de processo por corrupção passiva na Operação Lava Jato. Conforme a denúncia, a construtora OAS se comprometeu a repassar pelo menos R$ 1 milhão em espécie ao ex-parlamentar. O Ministério Público Federal rastreou pagamentos de R$ 400 mil, em 31 de julho de 2014, e R$ 300 mil, em 30 de setembro de 2014. O ex-senador Gim Argello já foi condenado por igual denúncia. O juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba, Luiz Antônio Bonat, aceitou a denúncia da força-tarefa da Operação Lava-Jato contra o ex-deputado e ex-presidente da Câmara, o gaúcho Marco Maia (PT). O ex-parlamentar é acusado pelo Ministério Público Federal de receber propina para proteger empreiteiros durante a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras.

Compartilhe nas redes sociais:

Comments (1)

  1. E agora seu Maia, qual será sua atitude? Sempre acusando seus contrários e o bicho lhe alcançou por ser ladrão. Lindo para um comunista corrupto.

Faça seu comentário