BrasilSaúde e MedicinaTodos

Perícia contratada pela Cervejaria Backer confirma presença de veneno na sua cerveja Belorizontina

Uma perícia particular contratada pela própria cervejaria Backer confirmou a presença de dietilenoglicol nas amostras colhidas pela empresa. “Até o momento, todos os resultados batem com os divulgados pela Polícia Civil”, disse Bruno Botelho, professor da Universidade Federal de Minas Gerais e especialista em controle de qualidade de cerveja. Não beba a cerveja Belorizontina.

Botelho afirmou ainda ter encontrado a substância tóxica na cerveja dos lotes contaminados e no aparelho de refrigeração da fábrica, em Belo Horizonte. Suspeita-se que a substância tóxica tenha intoxicado 18 pessoas e causado duas mortes no Estado de Minas Gerais.

Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário