Todos

Ministro Paulo Guedes defende Estados e municípios na reforma da Previdência

Para o ministro Paulo Guedes (Economia), Estados e municípios deveriam ser mantidos na reforma da Previdência e compartilhar o mesmo regime de aposentadoria da União. Ele admitiu, porém, que prefeitos e governadores possam optar por ficar de fora das mudanças por causa do “custo político”. Guedes deu as declarações nesta terça-feira (4) na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados, para a qual foi convocado para explicar o impacto financeiro e econômico da reforma. O ministro defendeu que Estados e municípios permanecessem na reforma por causa do “sentido de solidariedade com a federação”: “Republicanamente, deveria estar todo mundo junto, em vez de dois ou três regimes diferentes, deveríamos ser iguais”. No sábado (1º), o relator da reforma, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), disse que avaliava retirar estados e municípios da Previdência. Nesta segunda-feira (3), porém, voltou a defender mantê-los no documento final. Moreira diz que deve apresentar o relatório final até segunda-feira (10).
Compartilhe nas redes sociais: