BrasilPolíticaTodos

Ministro Marco Aurélio quer que Bolsonaro “tire o pé das redes sociais”

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, recomendou nesta terça-feira, 29, que o presidente Jair Bolsonaro “tire o pé das redes sociais” ao comentar o vídeo compartilhado pelo perfil do presidente no qual o STF é mostrado como uma das “hienas” que ataca o “leão Bolsonaro”. Para o ministro, Twitter é “coisa para a garotada”. Na última segunda-feira, o perfil de Bolsonaro publicou vídeo de um leão encurralado, prestes a ser atacado por hienas. Na lista das hienas que atacam o leão Bolsonaro estão o Supremo, a Organização das Nações Unidas (ONU), o seu partido PSL e siglas de oposição (PT e o PCdoB), além da imprensa.

Em meio à polêmica, a publicação foi apagada duas horas depois. Bolsonaro pediu desculpas ao Supremo, disse que a divulgação foi um “erro” e que “haverá retratação”. Na avaliação de Marco Aurélio Mello, o episódio foi um “arroubo de retórica”, “muito ruim”, “péssimo”. Sobre o vídeo em que o Supremo é retratado como uma das hienas que ataca o presidente, Marco Aurélio afirmou que se sente “triste” com essa percepção. “É muito ruim a mensagem do vídeo. Que haja transparência na administração pública, mas não dessa forma. O presidente precisa de serenidade. O STF atua segundo a Constituição Federal, e nada mais. O STF não está contra quem quer que seja. De forma alguma. O STF atua quando é provocado, é o dever dele”, afirmou o ministro.

Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário