JustiçaTodos

Ministro Gilmar Mendes manda soltar o casal Garotinho e Rosinha

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, mandou soltar, nesta quinta-feira (31), o casal Anthony e Rosinha Garotinho. Os dois estavam presos desde quarta-feira (30). No dia anterior, o colegiado do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro derrubou uma liminar que havia concedido habeas corpus a Garotinho e Rosinha, acusados de fraudes em contratos celebrados entre a prefeitura de Campos dos Goytacazes e a construtora baiana muito corrupta e propineira Odebrecht para a construção de casas populares durante os dois mandatos de Rosinha como prefeita da cidade, entre 2009 e 2016.

Em sua decisão, Gilmar Mendes deferiu liminar suspendendo a ordem de prisão, mas impôs medidas cautelares, como proibição de contato com outras testemunhas, proibição de sair do País sem autorização judicial, entrega dos passaportes e comparecimento mensal à Justiça. “Diante do exposto, defiro a medida liminar para suspender a ordem de prisão decretada em desfavor dos pacientes, se por outro motivo não estiverem presos”, escreveu Gilmar Mendes. Esse ministro já virou folclore, da pior maneira possível, por suas recorrentes medidas de libertação de presos políticos e empresariais envolvidos em acusações de corrupção.

Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário