BrasilSaúde e MedicinaTodos

Ministério da Saúde alerta para carência de médicos e equipamentos

O boletim do Ministério da Saúde sobre o cenário da pandemia do novo coronavírus, o virus da China, alerta também para a carência de profissionais de saúde capacitados para manejo de equipamentos de ventilação mecânica, fisioterapia respiratória e cuidados avançados de enfermagem para lidar com pacientes graves de Covid-19. Outras preocupações são o número de profissionais da saúde diagnosticados com a doença, a falta de leitos e a insuficiência da capacidade laboratorial. “Para o momento mais crítico da emergência, será necessária uma ampliação para realização de 30 a 50 mil testes de RT-PCR por dia”, diz o boletim.

“A constatação de casos entre profissionais de saúde é a maior preocupação da resposta à emergência e um dos eixos centrais da cadeia de resposta, juntamente com os equipamentos de proteção individual e equipamentos de suporte (leitos, respiradores e testes laboratoriais), compondo os condicionantes do Sistema Único de Saúde para a dinâmica social e laboral. Este evento representa um risco significativo para a saúde pública, ainda que a magnitude (número de casos) não seja elevada do mesmo modo em todas os municípios”, diz o relatório.

Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário