BrasilJustiçaPolíticaTodos

Justiça quebra sigilos bancário e fiscal do escritório do ministro Ricardo Salles

A Justiça de São Paulo autorizou a quebra dos sigilos bancário e fiscal do escritório de advocacia do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e de sua mãe. A decisão se deu no âmbito da investigação que apura possível enriquecimento ilícito, conduzida pelo Ministério Público de São Paulo. Entre 2012 e 2018, o patrimônio declarado por Salles saltou de R$ 1,4 milhão para R$ 8,8 milhões. O sigilo do ministro já havia sido levantado no mesmo caso e mostrou que sua conta recebeu ao menos R$ 7 milhões em créditos entre 2013 e 2017. Parte deles, cerca de R$ 330 mil reais, é referente a depósitos em dinheiro — alguns de forma fracionada.

Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário