BrasilEconomiaEnergiaTodos

Join venture da Prumo recebe licença de instalação para térmica no Porto do Açu

A GNA, joint venture formada pela Prumo Logística, a BP e a Siemens, recebeu a licença de instalação da usina termelétrica GNA II, com capacidade instalada de 1,7 GW, emitida pelo órgão ambiental do Estado do Rio de Janeiro (Inea), informou a empresa nesta terça-feira. A licença, emitida na véspera, faz parte do processo de licenciamento do Complexo Termelétrico em construção no Porto do Açu, em São João da Barra, no norte fluminense. Com o início das obras previsto para ainda este semestre, a usina funcionará em ciclo combinado, sendo composta por três turbinas a gás e uma a vapor. A nova térmica integrará um parque termelétrico que conta ainda com a usina GNA I, de 1,3 GW, além de um Terminal de Regaseificação de Gás Natural Liquefeito (GNL). O projeto é considerado o maior da América Latina, com capacidade instalada de 3 GW, e quando em operação, será responsável por 17% da geração térmica a gás natural do Brasil, segundo a companhia. “A GNA possui, ainda, licença ambiental para mais que dobrar sua capacidade instalada, podendo chegar a 6,4 GW, o que permitirá o desenvolvimento de projetos termelétricos adicionais no futuro”, disse a companhia no comunicado. (Money Times)

Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário