Governo

Invasão e depredação da prefeitura de Porto Alegre em 2018 vai agora virar inquérito contra 23 funcionários esquerdopatas

O relatório final da sindicância que apura a invasão e depredação da prefeitura de Porto Alegre durante os protestos em 2018 indica o encaminhamento dos nomes de 23 funcionários públicos para para serem investigados por uma Comissão Permanente de Inquérito Administrativo. Conforme o documento, outras 23 pessoas foram identificadas via rede social, mas não possuem vínculo com o município ou estão aposentadas, o que inviabiliza a indicação para indiciamento. No dia 7 de agosto do ano passado, dezenas de manifestantes esquerdopatas invadiram o Paço Municipal em meio à greve contra projetos do Executivo apreciados pelo Legislativo. A sindicância foi instaurada para identificar agressões físicas, verbais, psicológicas, cárcere ou exposição dos próprios servidores. Os nomes indicados pela sindicância para agora serem submetidos a inquérito administrativo são os seguintes:  

1- Ana Maria Bombassaro (servidora da Guarda Municipal, militante de esquerda e filiada ao PSOL)
2- Alberto Moura Terres (militante de esquerda e diretor-geral do Sindicato dos Municipários de Porto Alegre – Simpa)
3- Luciane Pereira da Silva (militante de esquerda e diretora-geral do Simpa)
4- Hamilton Farias (diretor administrativo adjunto do Simpa)
5- Alexandre Dias Abreu (militante de esquerda, já foi candidato a vereador pelo PCdoB)
6- Ivan Martins
7- Laudenir Figueiredo (militante de esquerda e diretor de assuntos jurídicos adjunto do Simpa)
8- Marília (enfermeira)
9- Onéia Machado (militante de esquerda e diretora de saúde do trabalhador do Simpa)
10- Rita Buttes (militante de esquerda e diretora de saúde do trabalhador adjunta do Simpa)
11- Cláudia Dutra
12- Leonardo Kauer
13- Lúcia Helena Villar
14- Priscila Zobregate
15- Adroaldo Correa (ex-vereador de Porto Alegre pelo PT, atual diretor de comunicação adjunto do Simpa)
16- João Ezequiel (militante de esquerda e coordenador do Conselho de Representantes da Saúde do Simpa)
17- Jonas Tarcísio Reis (militante de esquerda e diretor-geral do Simpa)
18- Tzusy Estivalet de Mello (militante de esquerda e ligada ao Simpa)
19- Iago Gonçalves Cunha (militante de esquerda)
20- Daniel Weber
21- Helita Patrícia Cruz
22- Matheus Schneider (militante de esquerda e ligado à Associação dos Trabalhadores em Educação do Município de Porto Alegre – Atempa)
23- Natália Silva
Não vinculados ao município:
1- Simone Ávila
2- Adriana Braga
3- Raphael Martins de Mello
4- Letícia Biasio
5- Eliezer Vellar
6- Sinthia Santos Mayer
7- Fabrizio Suarez
8- Zuleika Lula da Silva Albuquerque
9- Cláudia Oliveira
10- Ana Paula Freitas Madruga
11- Cristiane Barcellos
12- Liane Teresinha Dorneles de Matos
13- Liana Borges
14- Sabrina Steffenel
15- Maraglei Gomes Pompeu
16- Rosa Poloni
17- Paola Rodrigues
18- Cristiane Barcellos
19- Silvia Ellers
20- Natália Silva
21- Osmar Tonini
22- Ethon Fonseca
23- Ceniriani Vargas da Silva
Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário