Polícia

Guido Mantega, ex-poderoso ministro da Fazenda de Dilma Rousseff, já está usando tornozeleira

O ex-ministro dos governos Lula e Dilma, Guido Mantega, já está submetido a tornozeleira eletrônica, conforme determinou hoje, 21, o juiz federal Luiz Antonio Bonat, titular da 13ª Vara Federal de Curitiba, encarregado pela Lava Jato no Paraná. Bonat é o substituto de Sérgio Moro. Guido Mantega também foi obrigado a entregar o passaporte e proibido de deixar o Brasil. Ele tem dupla cidadania, também é italiano. O ex-ministro é objeto da 63ª Operação da Lava Jato, desencadeada esta manhã. Ele é acusado de receber propina de R$ 50 milhões da Braskem, do grupo baiano muito corrupto Odebrecht, valores usados por ele e pelo PT, em troca das MPs 470 e 472, que contemplaram com benefícios fiscais o grupo Odebrecht. As MPs foram assinadas pelo bandido corrupto e lavador de dinheiro Lula, em 2009.

Faça seu comentário