BrasilMeio AmbienteTodos

General Hamilton Mourão quer prorrogação do prazo das operações na Amazônia

O presidente em exercício, Hamilton Mourão, afirmou na sexta-feira que ele e o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, pretendem pedir ao presidente Jair Bolsonaro a prorrogação das operações de combate aos incêndios na Amazônia que estão sendo desenvolvidos pelas Forças Armadas.

Um decreto do final de agosto autorizou o uso das tropas até 24 de setembro. “O ministro me apresentou os resultados das operações de combate às queimadas que estão bem eficientes”, disse.

De acordo com ele, já foram aplicadas cerca de R$ 25 milhões em multas e mais de 12 mil metros cúbicos de madeira foram apreendidos. Também foram apreendidos embarcações, veículos e outros objetos que estavam sendo usados ilegalmente na região.

Mourão afirmou que 350 focos de incêndio já foram combatidos e também 350 vôos foram realizados para lançar líquidos sobre o fogo para tentar apagá-lo. As ações estão sendo desenvolvidas nas duas áreas mais atingidas por incêndios: sul do Amazonas e sul do Pará. De acordo com o presidente em exercício, o ministro da Defesa lhe relatou a diminuição de focos de incêndio e mostrou fotos aéreas.

Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário