EconomiaMundoTodos

Fundo soberano da Noruega perde US$ 113 bilhões no primeiro trimestre

O fundo soberano da Noruega, o maior do mundo, perdeu um recorde de 1,17 trilhão de coroas (US$ 113 bilhões) no primeiro trimestre com o choque econômico causado pela pandemia de coronavírus, que levou a uma onda vendedora nos mercados acionários globais. A perda ocorre em um momento histórico para o fundo, pois, pela primeira vez, em breve poderá ser necessário liquidar ativos para cobrir as medidas de gastos emergenciais da Noruega.

Durante o primeiro trimestre, as retiradas do governo atingiram 67 bilhões de coroas. E esse número deve crescer drasticamente em abril. O fundo teve perda de 14,6% no primeiro trimestre. As ações se recuperaram nos últimos dias de março, quando o investidor foi avaliado em 10 trilhões de coroas (US$ 972 bilhões).

A queda trimestral foi mais forte do que os 10,3% que o fundo perdeu nos últimos três meses de 2008, no auge da crise financeira. O retorno anual foi recorde no ano passado, segundo divulgado há apenas algumas semanas, o que mostra a velocidade com a qual a pandemia sacudiu os mercados. “A situação do mercado é muito desafiadora”, disse Yngve Slyngstad, diretor-presidente do Norges Bank Investment Management. (Bloomberg)

Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário