BrasilEconomiaTodos

Fique atento às ações dos shopping centers, eles vão reabrir após pandemia e terão grandes valorizações

O BTG Pactual atualizou as informações sobre as empresas de shopping centers durante a pandemia de covid-19. Desde o último relatório, divulgado na semana passada, o número de empreendimentos abertos no Brasil subiu de 448 para 485 (84% do total), uma ótima notícia para o setor, visto que não houve fechamentos. Com o afrouxamento das restrições de deslocamento em Campinas e Salvador, regiões onde a maior parte dos shoppings recém-abertos está localizada, a Aliansce Sonae passou na frente dos pares e opera atualmente com 94,5% do NOI (resultado operacional líquido), seguida por brMalls (BRML3), com 84,7%, e Iguatemi (IGTA3), com 82,4%. A Multiplan (MULT3) está ficando para trás, com apenas 67,3% do NOI aberto.

O BTG frisou que as novas reaberturas são positivas para o mercado, mas as incertezas continuam dificultando o cenário de curto prazo. “O tráfego de pessoas e as vendas deterioraram muito”, afirmaram os analistas Gustavo Cambauva e Elvis Credendio: “As companhias terão que lutar para coletar os aluguéis, e poderemos ver um aumento da taxa de ‘mortalidade’ das empresas varejistas”. (Money Times)

Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário