CiênciaMundoTodos

Facebook mente em escala planetária e coleta dados dos internautas de qualquer forma

O Facebook admitiu na terça-feira, 17, que registra o lugar onde se encontra cada usuário, tenha ele ativado ou não as funções de geolocalização, por razões de segurança e para fins publicitários.“Inclusive se alguém não ativa os serviços, pode ser que o Facebook ainda obtenha informação sobre sua localização se baseando na informação que ele e outros fornecem através de suas atividades e conexões com os nossos serviços”, disse o Facebook em uma carta apresentada em 12 de dezembro, em resposta a consultas sobre as práticas da companhia dos senadores do Congresso dos Estados Unidos.

A resposta do Facebook, cujos destinatários eram o democrata Chris Coons e o republicano Josh Hawley, foi divulgada na terça-feira, 17, por uma jornalista da publicação americana The Hill em sua conta pessoal do Twitter. Josh Hawley retuitou a publicação da jornalista e escreveu: “O Facebook admite. Você desliga os ‘serviços de localização’ e eles ainda registram onde você está para ganhar dinheiro (enviando publicidades)”. “Não há como sair. Não existe controle sobre a sua informação pessoal. Isso é a grande tecnologia. E é por isso que o congresso precisa atuar”, adicionou.

O Facebook recolhe dados pessoais de todos os tipos de seus mais de 2 bilhões de usuários frequentes em pelo menos uma das plataformas que pertencem ao seu grupo: Instagram, Facebook Messenger, WhatsApp ou o próprio aplicativo Facebook. Os dados são a base de seu modelo econômico, que se sustenta nos ganhos obtidos por pautas publicitárias ultrasegmentadas em grande escala.

Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário