Todos

Dúvidas sobre projeto de saneamento adiam votação para esta quinta-feira

Dúvidas de senadores sobre o projeto que estabelece um novo marco regulatório para o setor de saneamento básico adiaram para a manhã desta quinta-feira (6) a votação do texto no plenário do Senado. A Casa vinha trabalhando desde segunda-feira (3) para promover uma tramitação-relâmpago do texto apresentado no mesmo dia pelo senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) em substituição à medida provisória (MP) sobre o mesmo assunto que caducou à 0h desta terça-feira (4). Tasso apresentou o texto segunda à tarde, e o relatório do senador Roberto Rocha (PSDB-MA) foi aprovado simbolicamente nesta manhã na comissão de Infraestrutura. A votação em plenário seria nesta noite, mas diversos senadores indicaram ter dúvidas sobre a matéria e pediram mais tempo. O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e os líderes aventaram cinco opções diferentes de horário para realizar a sessão. Definiram que seria realizada às 8h de quinta-feira, duas horas antes de uma sessão especial para celebrar o Dia Mundial do Meio Ambiente. O senador Roberto Rocha, relator do projeto, fez apenas duas alterações significativas no texto que Jereissati apresentou menos de 24 horas antes. Estabeleceu que as concessionárias que estiverem inadimplentes terão contratos e convênios rescindidos, liberando os municípios para autorização para fazer licitações. A outra emenda prorrogou por um ano o prazo para que municípios apresentem seus planos de saneamento básico. 
Compartilhe nas redes sociais: