Mundo

Direção nacional do Partido Democrata pede revisão dos resultados em Iowa

O presidente do Comitê Nacional Democrata (DNC), Tom Pérez, pediu nesta quinta-feira, 6, uma revisão dos votos das primárias realizadas pelo partido no Estado de Iowa, depois de três dias de confusão e preocupação devido aos contínuos atrasos da divulgação dos resultados. “Já é suficiente.

À luz dos problemas que surgiram na implementação do plano de seleção de delegados para garantir a confiança pública nos resultados, peço ao Partido Democrata de Iowa para começar imediatamente a revisão”, afirmou Pérez no Twitter. Em uma mensagem posterior, Pérez explicou que o pedido não engloba uma recontagem dos votos de Iowa.

O que a direção central do partido deseja é uma revisão das planilhas com os resultados de cada caucus para garantir a precisão da apuração. As primárias no Estado de Iowa funcionam no sistema de caucus. Grupos de eleitores se reúnem em locais como igrejas, escolas e ginásios e debatem quem irão apoiar. Feita a escolha, eles se dirigem a um espaço indicado com o nome do escolhido. Então, um representante do partido conta quantas pessoas apoiam aquele candidato específico. Os números são colocados em uma planilha.

Os candidatos que não obtiverem 15% dos votos em uma primeira fase são eliminados, mas os eleitores que escolheram apoiá-los podem optar por um novo nome na segunda e última etapa da votação. No entanto, no dia da votação, o aplicativo criado especialmente para repassar os resultados das quase 1.700 assembleias realizadas em todo o estado falhou.

No dia 3 de novembro de 2020, 224 milhões de eleitores americanos irão às urnas e darão seu veredicto sobre a presidência de Donald Trump; veja o que mais está em jogo O problema foi corrigido, e os resultados estão sendo divulgados parcialmente. Com 97% das circunscrições apuradas, o ex-prefeito Pete Buttigieg e o senador Bernie Sanders estão praticamente empatados na liderança, com 26% do total de delegados em disputa em Iowa.

Na sequência, a senadora Elizabeth Warren ocupa o terceiro lugar, com 18,2%, seguida do ex-vice-presidente Joe Biden, com 15,8%, e da também senadora Amy Klobuchar com 12,2%. Todos os pré-candidatos estão fazendo campanha na segunda parada da batalha eleitoral, no Estado de New Hampshire, que vota nas primárias na próxima terça-feira. Os problemas na apuração em Iowa estão sendo usados pelos republicanos e pelo presidente do país, Donald Trump, candidato à reeleição, para ironizar a capacidade dos democratas de governarem o país.

Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário