PolíciaTodos

Criminosos invadem terminal de carga no Galeão

Vários homens armados em dois carros e uma moto entraram hoje (19) pela manhã no terminal de cargas doméstico da companhia aérea Latam no Aeroporto Internacional Tom Jobim/Galeão, na Ilha do Governador. Os criminosos chegaram ao ocal por volta das 10 horas, de acordo com as câmeras de vídeo do terminal. Segundo funcionários ouvidos pela Polícia Civil o armamento da quadrilha estaria escondido dentro dos dois carros.

A Riogaleão, concessionária que administra o aeroporto, nega que os criminosos tenham levado alguma carga de dentro do terminal da Latam, ao contrário do que informou a Polícia Militar. “O terminal de cargas doméstico da companhia aérea Latam, localizado no Riogaleão Cargo, sofreu uma tentativa de assalto na manhã deste sábado (19). A equipe de segurança do terminal frustrou a ação dos bandidos, que não conseguiram levar a carga pretendida”, informou a concessionária.

A Polícia Militar do Rio de Janeiro, no entanto, não confirma que a ação tenha sido frustrada. Segundo a corporação, policiais do 17° batalhão, responsável pelo policiamento na Ilha do Governador, foram acionados para verificar ocorrência no aeroporto. Ao chegarem, foram informados que criminosos em veículos conseguiram entrar no terminal de cargas e praticaram roubo, fugindo em seguida.

A polícia fez buscas na área, mas sem prisões. De acordo com a Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC), o caso foi registrado e a investigação está em andamento. A Ilha do Governador, onde fica o Aeroporto do Galeão, tem uma única entrada e saída. Portanto, é fácil guarnecer e proteger as suas instalações. Não entanto, isso não aconteceu, o que levanta suspeitas sobre a conivência da polícia do Rio de Janeiro nesse assalto. Desde que as Polícias Rodoviária e Federal passaram a atacar frontalmente o tráfico de drogas e armamentos, os traficantes, bloqueados em suas fontes de financiamento, parecem estar buscando dinheiro por meio de grandes assaltos. Só a polícia fluminense parece não saber disso.

Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário