BrasilJustiçaTodos

Corregedor de Justiça manda apurar insultos de juiz do Trabalho a Bolsonaro

O corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, determinou a abertura de uma a apuração contra Rui Ferreira dos Santos, juiz do Trabalho. Ele postou nas redes sociais críticas sobre o vídeo em que Jair Bolsonaro repassou vídeos convocando o povo para atos no dia 15. O juiz mentiu, como sofismou o ministro Celso de Melo, do Supremo Tribunal Federal, ao falar em “convocação feita por Bolsonaro”, quando o presidente apenas “repassou” vídeos, nada mais do que isso, os quais não continham qualquer convocação para ato político.

A iniciativa do ministro Humberto Martins é uma ampliação das ações que visam coibir constantes infâmias produzidas por lulopetistas e aliados contra o presidente. Humberto Martins alegou que a manifestação do magistrado nas redes sociais com críticas ao vídeo poderia ser visto como conduta “político-partidária”, vedada pela Constituição Federal. O ministro deu um prazo de 60 dias para apuração do caso e a apresentação dos fatos à Corregedoria Nacional de Justiça.

Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário