BrasilEconomiaGovernoTodos

Consórcio chinês leva PPP da Ponte Salvador-Itaparica com lance de R$ 56,209 milhões

O Consórcio Ponte Salvador-Itaparica, formado pelas empresas China Railway 20 Bureau Group Corporation (CR20); CCCC South America Regional Company e China Communications Construction Company Limited (CCCC Ltd), apresentou um lance de R$ 56.209.450,00 pela Parceria Público-Privada (PPP) das obras e dos serviços de construção, operação e manutenção do Sistema Rodoviário Ponte Salvador-Ilha de Itaparica.

O valor corresponde à contraprestação anual que deverá ser paga pelo governo e corresponde ao valor máximo de contraprestação estabelecido no edital. O grupo foi o único interessado no projeto, que tem investimentos inicialmente estimados em R$ 5,3 bilhões.

A PPP prevê a construção da Ponte Salvador-Ilha de Itaparica, com 12,4 quilômetros de extensão, além dos acessos à ponte em Salvador, por túneis e viadutos, e em Vera Cruz, com a ligação à BA-001.

Também deverá ser realizada uma nova rodovia expressa e a interligação com a Ponte do Funil, que será revitalizada. O contrato de concessão é de 35 anos, sendo que o concessionário terá prazo de cinco anos para a realização de estudos e construção do sistema viário. Os demais 30 anos serão de gestão e administração do sistema.

O governo da Bahia diz que o projeto propicia a melhora da mobilidade entre a capital, a região metropolitana e o sul do Estado. A estimativa é que 24 municípios sejam beneficiados com o encurtamento da distância e redução do tempo de viagem em mais de 40%, por não mais ser necessário realizar o contorno de 100 quilômetros pela BR101 para acessar a capital baiana. Outros 52 municípios devem ter a distância reduzida entre 20% e 40% da atual.

A estimativa do governo baiano é de que a obra estimule o crescimento socioeconômico, com a geração de cerca de 100 mil postos de trabalho em 30 anos.

Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário