MundoTodos

Congresso argentino barra tentativa do peronista Alberto Fernandez de governar por decreto

O Congresso argentino vetou o plano do peronista populista Alberto Fernández, novo presidente e poste de Cristina Kirchner, ré em vários processos por corrupção, de declarar emergência econômica no pais. Se aprovada, a emergência daria a Alberto Fernández carta branca para mexer no Orçamento e elevar impostos sem aval dos parlamentares. O plano do novo presidente que pretende, entre outras medidas, congelar ajustes e preços de tarifas até meados de 2020 e taxar os mais ricos vem encontrando resistências dos congressistas. O governo peronista populista já muito incompetente desde a sua primeira semana de existência tem praticamente garantido o fracasso de sua gestão.

Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário