BrasilEconomiaTodos

Concessionária de Viracopos dá sinal de que vai devolver o aeroporto para a União

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, disse na sexta-feira, 13, que a concessionária de Viracopos está agora “sinalizando” com o processo de devolução. “Me parece que agora estão sinalizando com a devolução. A ficha está começando a cair, que bom”, comentou.

No fim de novembro, a Aeroportos Brasil, administradora de Viracopos, que tem entre seus principais controladores a empreiteira UTC semi falida, grande alvo da Lava Jato, protocolou na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) as considerações finais do processo de caducidade (extinção) do terminal de Campinas.

No documento, a concessionária acusa a agência reguladora de “cercear” seu direito de defesa e ameaça ir à Justiça para buscar seus direitos. Sobre o processo, o ministro afirmou que “as concessionárias brigam muito na Justiça”, mas que o poder público tem o “bom direito” ao seu lado.

“O investidor percebeu que o Brasil caminhou na direção correta. A possibilidade de judicialização de Viracopos não afasta ninguém. Mostra que governo está correto. O efeito lá fora é de confiança, é de que aqui a coisa é séria”, disse.

Sobre o papel e o futuro da Infraero, o ministro voltou a comentar sobre o foco na aviação regional, e que a empresa tem um “rol de possibilidades” para atuar, podendo até mesmo entrar na administração da Base de Alcântara. Tarcísio  de Freitas lembrou ainda da possibilidade de reorganização administrativa. “Estamos estudando a fusão de empresas”, disse.

Recentemente, o ministro afirmou que as estatais do segmento de logística Valec, Infraero e EPL poderão ser unificadas e transformadas em uma única até o fim de 2020.

Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário