BrasilPolíciaPolíticaTodos

Como conselheiro da Anatel, Zunga promoveu até reuniões de Lulinha com o ex-primeiro ministro socialista português José Sócrates

Na investigação da Operação Mapa da Mina, o Ministério Público Federal destaca o papel de José Lucimar Zunga Alves, o Zunga, amigo que Lula que trocou o cargo de gerente da Brasil Telecom pelo Conselho Consultivo da Anatel. Segundo o Ministério Público Federal, Zunga mantinha “relação próxima” com Lulinha, Kalil Bittar e Jonas Suassuna, “e, ao mesmo tempo em que exercia função de conselheiro da Anatel, agia em prol de interesses comerciais da Gamecorp”.

Três meses depois de assumir o posto na Anatel, Zunga viajou a Portugal com Lulinha, Kalil Bittar e Jonas Suassuna. Lá, mantiveram encontros com Henrique Granadeiro, da Portugal Telecom, e o então primeiro-ministro português, o socialista José Sócrates, que já esteve em prisão preventiva por corrupção e espera julgamento em prisão domiciliar. Em um e-mail de 7 de junho de 2008, Zunga agradece a recepção, encaminha fotos das reuniões e deixa claro que defendia os interesses da Gamecorp, em uma “tentativa de buscar parcerias futuras para o Grupo”. Mensagens SMS do celular de Otávio Azevedo também indicam que Zunga oferecia-se como intermediário de relações da Oi com o governo federal.

Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário