OpiniãoTodos

Comentário do jornalista Vitor Vieira – A verdadeira guerra em curso no Brasil está no campo da filosofia do Direito

Todos os ministros do Supremo Tribunal Federal são “laicistas”, uma sinônimo para esconder que são ateus, seguidores dedicados da filosofia do Direito de de Ronald Dworkin. Esse é o inventor da teoria que retira a significação dos fundamentos elementares do pensamento judáico-cristão, da ordem cristã, que pressupõe uma moral ditada por Deus, e atribui a si mesmo a decisão sobre o que é ético, moral, fundado sobre uma noção de justiça social que sai da cabeça dos juízes. Assim, os capa pretas estão justificados e sagrados para estabelecer uma nova ordem social, econômica, cultural, o que for, a partir exclusivamente de seu poder de interpretação da constituição, com o qual passa a legislar, sem ter um só voto, que só a soberania popular concede. Essa é a guerra atual, os capas pretas conduzem a reação à mudança, em defesa dos privilégios e dos privilegiados de sempre. Não é por acaso que Jair Bolsonaro promete para o ano que vem o começo da mudança, com a nomeação de um togado profundamente evangélico, portanto, religioso, que levará outra fundamentação para o Supremo. Esse é o motivo da guerra sangrenta de agora.

Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário