BrasilPolíciaPolíticaTodos

Câmara de Porto Alegre abre sindicância para apurar atos de extorsão do vereador André Carús, presidente do MDB

A presidente da Câmara de Vereadores de Porto Alegre, Mônica Leal, decidiu abrir sindicância para apurar as licenças-saúde de assessores do vereador André Carús, presidente do MDB na capital gaúcha, preso há uma semana no Presídio Central. Segundo as investigações da Polícia Civil, o dinheiro dos empréstimos contraídos por cargos em comissão (CC) ligados a Carús era todo repassado ao vereador, ficando com os assessores as parcelas a pagar. Os CCs apresentavam atestados médicos para ampliar os valores dos empréstimos. A presidente da Câmara pretende averiguar se os problemas relatados para justificar as licenças eram verídicos.

Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário