NegóciosTodos

BRF registra lucro líquido de R$ 445,6 milhões no 3º trimestre

A BRF, maior exportadora de frango do mundo, registrou lucro líquido de R$ 445,6 milhões nas operações continuadas no 3º trimestre, revertendo um prejuízo de R$ 812,4 milhões no mesmo período do ano passado. Foi o segundo resultado positivo seguido, após 3 trimestres seguidos de perdas. O resultado também superou o lucro obtido no 2º trimestre, quando a companhia apurou lucro de R$ 191 milhões nas operações continuadas.

Já o lucro líquido total societário somou R$ 304,4 milhões no 3º trimestre, ante prejuízo de R$ 812,4 milhões no 3º trimestre de 2018. A forte demanda por carne ajudou a empresa de alimentos a manter seu ritmo ascendente, afirmou a BRF, citando aumento de volumes tanto no mercado doméstico quanto na Ásia, onde uma doença dizimou rebanhos de suínos e causou um desequilíbrio na oferta global.

A receita da BRF no 3º trimestre cresceu 8,4% na comparação anual, atingindo R$ 8,459 bilhões. Na comparação com o período entre abril e junho houve alta de 1,5%. O lucro ajustado antes dos juros, impostos, depreciação e amortização chegou a R$ 1,6 bilhão no trimestre, superando as estimativas dos analistas.

O chamado Ebitda foi praticamente triplicado em relação ao mesmo período de 2018, quando atingiu 579 milhões de reais. A margem de Ebitda ajustado saltou para 19%, ante 7,4% um ano antes. A empresa revisou a sua estimativa de alavancagem financeira. Em comunicado, a BRF informou que a razão entre a dívida líquida e o Ebtida ajustado dos últimos 12 meses “deverá se situar em torno de 2,75x ao final de 2019”, ante patamar de 2,90x no 3º trimestre.

Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário