BrasilEconomiaNegóciosTodos

BR Distribuidora pagará R$ 1,1 bilhão em dividendos e juros sobre o capital próprio

A BR Distribuidora (BRDT3) informou nesta terça-feira (28) que foi aprovada na assembleia geral ordinária (AGO) a distribuição de R$ 540,3 milhões em juros sobre o capital próprio (JCP) e de R$ 583,8 milhões em dividendos, totalizando um montante de R$ 1,1 bilhão, equivalente a aproximadamente 50,8% do lucro líquido ajustado da companhia. Os valores serão imputados ao pagamento do dividendo mínimo obrigatório, que será distribuído aos acionistas até o último dia útil de 2020. Terão direito aos dividendos totais os acionistas da data-base de 31 de julho de 2020. As ações passarão a ser negociadas “ex-dividendo” no dia 3 de agosto de 2020.

No caso dos JCP (juros sobre o capital próprio), terão direito os acionistas na posição acionária de 4 de dezembro de 2019, com as ações passando a ser negociadas “ex-JCP” a partir do dia 5 de dezembro de 2019. O valor dos JCP poderá ser deduzido do valor relativo ao Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF), exceto aos acionistas comprovadamente isentos. Além da distribuição dos proventos, também foram aprovadas (i) a destinação de R$ 110,5 milhões para a reserva legal; (ii) a destinação de R$ 412,2 mil para a reserva de incentivos legais; e (iii) a retenção de R$ 975,8 milhões. Todos os itens fazem parte da proposta da Petrobras. A companhia destacou que uma nova reflexão sobre o tema poderá acontecer caso os índices de liquidez e alavancagem se deteriorem em função da pandemia de covid-19. (Money Times)

Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário