Política

Bolsonaro quer criar seu novo partido até o final do ano

Os 29 deputados do PSL que elegeram Eduardo Bolsonaro como líder preparam saída em massa do partido. Os preparativos estão em andamento. Hoje, em reunião com o ex-ministro do TSE e advogado do grupo, Admar Gonzaga, ficou claro que será preciso filiar 500 mil eleitores em apenas dois meses, o que será possível por WhatsApp, com reconhecimento facial. Quem for do PSL, terá, primeiro, que se desfiliar. Os deputados não gostaram do nome Partido de Defesa Nacional e querem encontrar uma nova sigla. Um dos nomes cogitados é Movimento de Renovação Nacional, mas a palavra final será de Bolsonaro.

Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário