BrasilPolíticaTodos

Bolsonaro anuncia que vai vetar nove artigos da Lei de Abuso de Autoridade

O presidente Jair Bolsonaro disse que atenderá o Ministério da Justiça, a Controladoria Geral da União e a Advocacia Geral da União em relação ao que vetará no projeto de lei do abuso de autoridade. “Vou atender o ‘centrão do Bolsonaro'”, brincou ele. Bolsonaro falou com a imprensa na porta do Palácio do Alvorada, antes de seguir para o Regimento de Cavalaria da Polícia Militar do Distrito Federal, no sábado, onde acompanhou aula de equitação da filha. O presidente também comentou a derrubada de seu veto a penas mais duras para quem divulgar fake news nas eleições pelo Congresso Nacional: “Sou a maior vítima de fake news e acho até válido isso, pessoal tem que extravasar”.

Ele criticou a possibilidade de prisão por vários anos e disse que as penas podem ser mais rígidas do que em casos de homicídio. “Um clique vai ser mais grave que um ‘teco'”, completou. Em tom de ironia, ele “agradeceu” ao deputado Kim Kataguiri (DEM-SP) por ter trabalhado pela derrubada do veto.

No regimento da Polícia Militar do Distrito Federal, Bolsonaro cavalgou ao lado da filha, Laura. Ele foi assistir a uma apresentação da menina no regimento de cavalaria da Polícia Militar do Distrito Federal, no Riacho Fundo. Foi a primeira aparição pública da garota desde que o pai foi eleito. A direção do evento preparou pequena solenidade com a presença de oficiais da PM, suas famílias e outros alunos de equitação. A cerimônia contou também com a banda do batalhão, que tocou o Hino Nacional na chegada do presidente. Bolsonaro, a filha e jovens escoteiros plantaram uma árvore nas dependências do regimento.

Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário