Negócios

Banrisul está impedido de conceder financiamento na Expointer

A famosa Expointer, feira gaúcha do campo, uma das maiores do mundo, abriu as suas portas para o público neste sábado (24), em Esteio, na Grande Porto Alegre, com uma péssima notícia para os produtores rurais: o Banrisul (Banco do Estado do Rio Grande do Sul) está legalmente impedido de completar qualquer processo de financiamento durante o evento, porque suas linhas de financiamento, repassadas pelo BNDES, estão bloqueadas.

Isso é resultado do processo judicial no qual o Banrisul foi condenado em segunda instância, pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre, por ser devedor de impostos para a União. A diretoria do Banrisul, assim como os membros do Departamento Jurídico e outras áreas da instituição financeira, já sabiam dessa condenação no dia 4 de agosto, quando o banco realizou um enorme evento na casa de festas mais badalada da capital gaúcha, reunindo milhares de pessoas, e o presidente do Banrisul, o carioca Claudio Coutinho, na presença do governador Eduardo Leite, fez o anúncio solene de que o banco tinha disponibilidade de quase 3 bilhões de reais para emprestar a produtores do setor primário.

A alta direção do Banrisul parecia contar com a tradicional lerdeza da Justiça brasileira para liberar os recursos. Após a condenação em segundo grau, os executivos do banco ingressaram com os tradicionais embargos, medidas meramente procastinativas, achando que com isso conseguiriam rolar com a barriga a situação. Ocorre que o julgamento ocorreu rapidamente e a Justiça comunicou às instâncias federais.

Assim o Banrisul foi inscrito no CADIN – Cadastro de Inadimplentes da União, e isso promove o bloqueio na transferência de recursos para a instituição. Ou seja, o BNDES não pode usar o Banrisul como um dos seus agentes repassadores de recursos. A condenação do Banrisul ocorreu no dia 1º, e a festança na casa de eventos, com toda pompa, para divulgar a disponibilidade de recursos para o setor primário, aconteceu no dia 4.

Não é por acaso que a Expointer, feira de Esteio, “está tapada de vermelho”, como disse um expositor, a respeito da intensa presença do banco Santander no evento. Ou seja, a concorrência já sabe das dificuldades do Banrisul, que tropeça vergonhosa e lamentavelmente no seu primeiro passo para marcar forte presença na área do agronegócio, justo quando a instituição colocava em marcha programa para retirar parte do mercado das mãos do Sicred. Para isso, ainda no governo passado, contratou uma multimilionária consultoria para modelar a nova iniciativa. Essa consultoria foi chefiada por ex-executivo do próprio Sicred.

Comments (4)

  1. Bem feito, colocaram um almofadinha para governar o estado..
    O GRINGO ESTAVA CERTO…. e eu rindo dos otários por aqui..

  2. Nada tendenciosa tua matéria né? Favor rever essas informações e passar para o teu público verdades e não isso aí, quem sabe vc vai até a Expointer e vê o Sucesso do Maior Banco do Estado do Rio Grande do Sul, o BANCO DOS GAÚCHOS, o BANRISUL… baita recalcado vc…

  3. Fakenews político, Banrisul está operando normalmente na expointer, tanto pelas linhas do BNDES, quanto PRONAF e com carteira própria de financiamento.

Faça seu comentário