MundoSaúde e MedicinaTodos

Argentina decreta quarentena total a partir da meia-noite

O presidente argentino, o peronista populista Alberto Fernández, poste de Cristina Kirchner (tem pedido de prisão por corrupção na Lava Jato de seu país) decretou quarentena total no país a partir da meia-noite de hoje e pelo menos até 31 de março. Só será permitido o trânsito de pessoas que estejam indo a médicos e hospitais ou comprovem ter saído para comprar alimentos e remédios ou buscar dinheiro em caixas automáticos. Todo o comércio que não esteja ligado à venda de alimentos e remédios será fechado, incluindo bares e restaurantes, e os bancos também fecharão.

A quarentena será vigiada por militares e policiais. Quaisquer movimentações que não se enquadrem nos casos citados poderão ser punidas com penas de um a quinze anos de prisão. O governo peronista, muito corrupto e incompetente, atravessa uma violenta crise econômico-financeira, sem capacidade de pagar seus compromissos internacionais, e essa medida é como um bote salva-vidas para o peronismo criminoso que governo o país.

Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário