JustiçaTodos

A doleira Nelma Kodama já está livre e sem tornozeleira

A doleira Nelma Kodama teve sua pena de 15 anos de prisão na Lava Jato extinta, graças ao indulto natalino concedido no final de 2017 pelo ex-presidente Michel Temer. A decisão foi do juiz federal Danilo Pereira Júnior, da 12ª Vara Federal de Curitiba. Em março de 2014, Nelma Kodama foi presa no aeroporto de Guarulhos, quando tentava embarcar para Milão, na Itália, levando 200 mil euros escondidos na calcinha. Agora, sem a tornozeleira, ela poderá exibir seus sapatos Chanel com toda liberdade.

Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário