BrasilJustiçaTodos

Lava Jato está de novo nas ruas de São Paulo, Paulo Preto, operador do PSDB, é o alvo

A Polícia Federal e o Ministério Público Federal cumprem nesta terça-feira mandados de busca e apreensão em 11 endereços de familiares e pessoas ligadas a Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto, o operador financeiro do PSDB de São Paulo. Paulo Vieira já foi condenado a mais de 145 anos de prisão pela Justiça Federal pela atuação no desvio de verbas públicas.

Ele responde a outro processo na Justiça Federal por corrupção e lavagem de dinheiro. Segundo a investigação da Lava Jato, o cartel, no qual Paulo Viera teve papel decisivo a partir de 2007, eliminou a concorrência nas licitações do Rodoanel Sul com a participação de 18 construtoras. O Ministério Público Federal pede na ação o ressarcimento de R$ 521 milhões e a devolução de R$ 21 milhões que Paulo Vieira e outros agentes públicos receberam como propina.

Em junho, a Justiça Federal determinou o bloqueio dos bens de Paulo Vieira. Em sua decisão, o juiz determinou o sequestro de dois imóveis e da lancha luxuosa Giprita III, de propriedade da empresa P3T Empreendimentos e Participações, que foi criada em 2014 por Paulo Preto para acobertar os bens obtidos por meio de propinas.

Compartilhe nas redes sociais:

Faça seu comentário